sexta-feira, 2 de julho de 2010

Traír


Quando somos amantes de alguém, nunca nos devemos esquecer que tudo o que essa pessoa diz e promete, um dia também o disse e prometeu a outra pessoa. E não te deixes enganar com a história do “estávamos destinados”, porque a melhor maneira de prever um comportamento futuro é analisando os comportamentos passados.

Trair nada tem a haver com a pessoa traída, mas com a incapacidade do traidor assumir responsabilidades, compromissos, de entender o quanto magoa o seu mais próximo com os seus esquemas e mentiras.

O traidor é alguém insatisfeito consigo próprio e joga com os sentimentos das pessoas, alimentando-se da adrenalina do secretismo e das meias palavras. Pensa que tem tudo controlado, quando na verdade ele próprio é um ser descontrolado! A menos que cresça emocionalmente, será sempre infeliz.
Resumindo: Acabam sempre na merda
Se entretanto já foram embora e sente que o seu mundo desabou, nunca se esqueça que acabou de se livrar de um traidor, ou de uma traidora e que a culpa não é sua!
Acredite que podia ser uma das pessoas mais belas e bem sucedidas do mundo que iria ser traída(o) na mesma, porque como já disse, tem a ver com a imaturidade e falta de carácter do outro.

Nunca é preciso trair.
Nem sei o que é mais feio, se trair o marido, a mulher, se trair um amigo… é feio, é uma atitude cruel e egoísta.
Limpe as suas lágrimas, levante-se, recomece e
sinta-se feliz por ser alguém de confiança!

5 comentários:

Someone disse...

adicionei parte deste texto no meu blog!

bjinhos

Teresa disse...

Olá! Eu sei bem o q isso é e não se morre por amor. ISSO EU SEI QUE NÃO!
Bjss cheios de sol :)

AnaBond disse...

olha amiga... nem mais.

e o ditado que os americanos sempre disseram, também eu gosto de o afirmar, a plenos pulmões:
'what goes around, comes around...'

sem desejar mal a ninguém, tudo o que fazemos, voltará para nós... por vezes a dobrar.

beijos grandes. gosto mesmo muito de ti. nunca te esqueças de gostar de ti também.

Pedro Bom disse...

Isso é quase imperativo, poucos são os casos que eles/as deixam os respectivos...

Abelha disse...

Someone,
podes adicionar tudo o que quiseres... :)
(ele nem sonha o que perdeu...que grande mulher)

Teresa,
tens razão. Ninguém morre por amor, mas que doí muito...isso doí. Depois passa, com o tempo e desde que se queira. Eu quero ;)

AnaBond,
nem mais nem menos, é isso mesmo. Eu ADORO-TE amiga.

Pedro Bom,
para mim, uma traição é a maior prova de falta de amor e de respeito que pode haver, e se gostamos de nós...devemos desejar alguém na nossa vida quem goste de forma igual. Felicidades :)